Sinopse

Direto da redação da Rádio França Internacional em Paris, em parceria com a Rádio CBN, Adriana Moysés e Silvano Mendes contam as novidades e curiosidades de um dos lugares mais visitados do mundo.

Episódios

  • Um pulo em Paris - França aprova teste com maconha medicinal em estudo com 3.000 pacientes

    Um pulo em Paris - França aprova teste com maconha medicinal em estudo com 3.000 pacientes

    25/10/2019 Duração: 08min

    Os deputados franceses aprovaram nesta sexta-feira (25) um projeto experimental autorizando o uso da maconha medicinal no tratamento de algumas doenças graves. Durante dois anos, 3.000 pacientes que sofrem de câncer, esclerose múltipla, alguns tipos de epilepsia e dores neuropáticas refratárias aos remédios convencionais terão acesso a derivados do cannabis sob vigilância hospitalar. Esses pacientes poderão tomar combinações de canabidiol (CBD) e THC, dois derivados da maconha, receitadas pelo especialista que os acompanha no cotidiano. Inicialmente, a pessoa irá retirar o produto na farmácia de um hospital credenciado que irá monitorar todo o tratamento. Tudo correndo bem, o doente poderá comprar o cannabis terapêutico numa farmácia qualquer. A Agência Francesa de Medicamentos (ANSM) autorizou apresentações variadas dos derivados da maconha para venda em farmácias: na forma de óleos, chás de ervas e flores secas de cannabis, destinadas à administração por meio de inalação. O primeiro grupo de participant

  • Um pulo em Paris - Após semana de bloqueios do centro de Paris, Extinction Rebellion prepara novos protestos

    Um pulo em Paris - Após semana de bloqueios do centro de Paris, Extinction Rebellion prepara novos protestos

    11/10/2019 Duração: 08min

    O movimento ecologista Extinction Rebellion, que organizou ações em várias cidades do mundo esta semana, também fez protestos na capital francesa. O grupo bloqueou uma das principais ruas do centro de Paris. Pacífica, a manifestação ganhou ares festivos, antes de ser temporariamente desmantelada nesta sexta-feira (11). Mas o grupo já se prepara para novas ações no fim de semana. Nascido na Grã-Bretanha em outubro de 2018, o Extinction Rebellion (XR) conquistou seguidores em 56 países. Após várias ações isoladas, o grupo lançou na segunda-feira (7) uma maratona de atos globais para denunciar a falta de ação dos governos diante do aquecimento climático. O epicentro do movimento é em Londres, onde grandes protestos foram realizados durante a semana e cerca de mil pessoas chegaram a ser detidas pela polícia. Mas outras cidades europeias, como Madri, Lisboa e Paris, também tiveram suas manifestações. Na capital francesa, depois de invadirem um shopping center durante 17 horas durante o fim de semana, os mili

  • Um pulo em Paris - Paris tem Nuit Blanche com exposições itinerantes e corrida em museus

    Um pulo em Paris - Paris tem Nuit Blanche com exposições itinerantes e corrida em museus

    04/10/2019 Duração: 09min

    A Noite Branca (Nuit Blanche, em francês) acontece neste sábado (5) em Paris e outras 15 cidades da região metropolitana. O evento chega à sua 18ª edição e tem uma programação inusitada, influenciada pelas preocupações ecológicas do momento. O diretor de teatro e mentor artístico desta edição da Nuit Blanche, Didier Fusillier, vem do norte da França, uma região conhecida por seu Carnaval. Ele aprecia as festas de rua que misturam pessoas de todas as categorias sociais e criam laços coletivos. Para esta maratona noturna de atividades culturais, ele imaginou um circuito dinâmico, em movimento, e que vai poupar os parisienses das longas filas nas entradas dos museus e monumentos. Com isso, ele também retorna à ideia original do projeto: levar a arte contemporânea para a rua, rompendo com a atmosfera elitista dos museus. O evento vai começar com uma grande "Parada Artística" de quatro horas de duração, na noite de sábado, entre a Praça da Concórdia e a Bastilha, um corredor urbano emblemático da cidade. Será

  • Um pulo em Paris - Defesa do clima une ambientalistas, estudantes e coletes amarelos em manifestações em Paris

    Um pulo em Paris - Defesa do clima une ambientalistas, estudantes e coletes amarelos em manifestações em Paris

    20/09/2019 Duração: 08min

    Paris terá um fim de semana de intensa mobilização para denunciar a urgência climática. Estudantes, ambientalistas e coletes amarelos programaram manifestações para fazer pressão sobre o governo na véspera da Cúpula do Clima da ONU, em Nova York. Vários estudos revelam que a proteção ao meio ambiente tornou-se a preocupação número 1 dos franceses, à frente das questões econômicas de custo de vida e emprego. Pela terceira vez este ano, os secundaristas franceses que abraçaram o movimento criado pela ativista sueca Greta Thunberg – Sextas-feiras pelo Futuro, Juventude pelo Clima – fizeram greve de escola para sair em passeata pelas ruas de Paris. O protesto reuniu 9.400 estudantes, menos do que nas manifestações anteriores. Na primeira convocação de Greta, em março, cerca de 30.000 estudantes franceses aderiram à paralisação. Houve um segundo protesto em maio, com 15.000 participantes. Mas os que estiveram nas ruas, hoje, demonstraram grande preocupação com o futuro. Os cartazes de papelão dos adolescentes

  • Um pulo em Paris - Uber, patinetes e bicicletas de aluguel saem ganhando com greve de transportes públicos em Paris

    Um pulo em Paris - Uber, patinetes e bicicletas de aluguel saem ganhando com greve de transportes públicos em Paris

    13/09/2019 Duração: 08min

    Paris assistiu nesta sexta-feira (13) à sua maior greve dos transportes públicos nos últimos 12 anos. Diante da mobilização de 95% dos motoristas de ônibus e condutores de metrô, a população teve que encontrar alternativas para chegar no trabalho. Quem saiu ganhando foram as empresas de locação de bicicletas e patinetes elétricos, que faturaram durante o dia. As tarifas de serviços como Uber explodiram. Das 16 linhas do metrô parisiense, apenas duas, que funcionam sem maquinistas, circularam normalmente. Quatro linhas colocaram à disposição apenas alguns trens nos horários de pico (entre 6h30 e 9h30 e entre 17h e 20h) e as outras dez ficaram totalmente paradas. As linhas de ônibus também foram afetadas pela mobilização e apenas um dos trens de periferia que cruza a cidade funcionou. A mobilização em protesto contra a reforma da Previdência obrigou muita gente a ficar em casa ou sair bem mais cedo para conseguir chegar ao trabalho. Diariamente mais de 5 milhões de pessoas usam o metrô em Paris. Com a grev

  • Um pulo em Paris - Campanha contra violência doméstica alcança forte impacto nas vítimas

    Um pulo em Paris - Campanha contra violência doméstica alcança forte impacto nas vítimas

    06/09/2019 Duração: 09min

    Três dias depois do lançamento de um debate nacional destinado a combater a violência doméstica e o feminicídio na França, o governo colhe os primeiros resultados da iniciativa. As ligações telefônicas para o número de emergência 3919, que orienta mulheres confrontadas a agressões de seus maridos, companheiros ou ex, recebeu mais de 2.600 chamadas. A média dos pedidos de ajuda, antes do início da campanha, era de 200 a 250 ligações por semana. O aumento dos casos de feminicídio atingiu um ponto intolerável: 101 vítimas desde o início do ano, contra 121 ao longo de 2018. A constatação das autoridades é que, se mulheres continuam sendo espancadas e mortas, existem falhas no sistema de prevenção em vigor. Para fazer um balanço das lacunas e identificar aspectos a serem melhorados, a secretária de Estado para a Igualdade entre Mulheres e Homens, Marlène Schiappa, programou 91 conferências em todo o país e no exterior até o dia 25 de novembro, data em que se celebra o Dia Internacional de Combate à Violência co

  • Um pulo em Paris - Preocupação com ecologia marca volta às aulas na França

    Um pulo em Paris - Preocupação com ecologia marca volta às aulas na França

    31/08/2019 Duração: 08min

    Encerradas as férias de verão, os franceses estão de volta às aulas. As autoridades tomaram algumas medidas para colocar o meio ambiente no centro da vida escolar. O ministro da Educação, Jean-Michel Blanquer, decidiu ampliar uma experiência testada em algumas escolas da rede pública desde 2015. A partir deste ano letivo, todas as classes do ensino médio irão eleger um representante de turma para projetos sustentáveis, além do representante que já é eleito normalmente para o Conselho de Classe. Em outubro, 250.000 "eco-representantes" serão escolhidos em todo o país. Eles vão discutir com colegas e professores a implementação de projetos de proteção da biodiversidade e de redução do impacto energético na vida escolar. A proposta do ministério é fazer dos 63.000 estabelecimentos de ensino médio da França espaços de ponta no desenvolvimento sustentável e despertar o interesse dos adolescentes por práticas ecorresponsáveis. Atualmente, apenas 4.500 escolas possuem um selo de qualidade nessa área, por aplicare

  • Um pulo em Paris - Franceses sofrem com queimadas na Amazônia

    Um pulo em Paris - Franceses sofrem com queimadas na Amazônia

    23/08/2019 Duração: 10min

    As imagens das queimadas nas regiões centro-oeste e norte do Brasil provocam uma onda de indignação e de preocupação na França. Muitos franceses e europeus consideram a Amazônia como um assunto planetário, ante o recuo global da biodiversidade e as mudanças climáticas. O fato de a França possuir uma área de mata tropical bem preservada, no departamento ultramarino da Guiana Francesa, vizinho ao Brasil, também conta para esse sentimento de proximidade dos franceses com a floresta. Cientistas políticos e ambientalistas que analisaram a declaração do presidente Emmanuel Macron, que se referiu aos incêndios na floresta brasileira como uma "crise internacional", defenderam o direito de ingerência do chefe de Estado. Eles consideram que declarações desse tipo se justificam quando valores universais estão ameaçados, seja em relação aos direitos humanos, à crise dos refugiados e no contexto atual das mudanças climáticas e de declínio da biodiversidade. O fato de Macron chamar a Amazônia de "nossa casa", em um tuít

  • Um pulo em Paris - Crédito imobiliário muito barato causa explosão no preço dos imóveis na França

    Um pulo em Paris - Crédito imobiliário muito barato causa explosão no preço dos imóveis na França

    16/08/2019 Duração: 09min

    Os juros do crédito imobiliário atingiram em julho o valor mais baixo dos últimos 70 anos na França: 1,2% ao ano, sem contar com o seguro cobrado pelos bancos que concedem os empréstimos. Essa taxa é menor do que a inflação de 1,4% registrada nos primeiros meses de 2019, ou seja, o empréstimo quase não tem custo porque o acréscimo do seguro também é baixo. O financiamento barato é resultado da política monetária flexível do Banco Central Europeu (BCE), que diminuiu o custo do dinheiro para os bancos, e de uma concorrência acirrada entre os estabelecimentos para atrair clientes. O que deveria ser uma ótima notícia para quem sonha com a casa própria, tornou-se um pesadelo para quem busca comprar um apartamento na região metropolitana de Paris. O preço do metro quadrado tem aumentado de forma desproporcional, muito acima da inflação e da evolução dos salários. Em Paris, o preço médio do metro quadrado ultrapassou € 10.000 no primeiro trimestre – estamos falando de mais de R$ 44.000. Em bairros de alto padrã

  • Um pulo em Paris - Amazon aumenta taxas de fornecedores para escapar de impostos na França

    Um pulo em Paris - Amazon aumenta taxas de fornecedores para escapar de impostos na França

    02/08/2019 Duração: 07min

    A partir de 1° de outubro, a Amazon pretende aumentar os encargos cobrados de seus fornecedores na França. A medida visa compensar uma taxa criada pelo governo francês, que tenta forçar o gigante da venda online a pagar seus impostos no país. Protegidos pelo princípio de que atuam em um setor mundial, muitos líderes do comércio online instalam suas filiais em países nos quais o regime fiscal é mais vantajoso. Para evitar essa forma de “evasão virtual”, há meses os líderes europeus, encabeçados pela França, tentam fazer com que os membros do GAFA, sigla usada para Google, Apple, Facebook e Amazon, paguem seus impostos onde realizam seu faturamento. O governo francês chegou a impor uma taxa de 3%. Se alguns, como Facebook, aceitaram a medida, outros, como Amazon se recusam. A empresa de Jeff Bezos, o homem mais rico do mundo, alega que a concorrência é muito grande no setor e que não pode pagar a taxa. Para contornar a situação e compensar a imposição francesa, o site de venda online anunciou que vai cobra

  • Um pulo em Paris - França ameaça tirar habilitação de motorista que dirigir falando no celular

    Um pulo em Paris - França ameaça tirar habilitação de motorista que dirigir falando no celular

    26/07/2019 Duração: 08min

    Diante do aumento de acidentes provocados pelo uso de celulares no volante, o governo francês estuda a possibilidade de endurecer as sanções no país, onde a prática já é sujeita a multa. Segundo o texto, quem estiver usando o telefone no momento em que cometer uma infração terá sua habilitação suspensa. Usar o celular no trânsito já é proibido na França. Quem desrespeitar a lei é punido com uma multa que pode chegar a R$ 3.000, além de perder três dos doze pontos da carteira de habilitação. A regra vale para todo tipo de uso do telefone, inclusive com viva voz ou fones de ouvido. Além disso, falar no celular mesmo com o carro parado é considerado uma infração. Os telefonemas são tolerados apenas com o veículo estacionado e desligado ou em casos de pane do automóvel. No entanto, a sanção não parece assustar os motoristas. Uma pesquisa recente apontou que 37% dos franceses assumem usar o celular enquanto dirigem. Entre os que têm menos de 35 anos de idade, esse número sobe para 60%. Segundo o texto dis

  • Um pulo em Paris - Paris inaugura em setembro primeiro cemitério ecológico

    Um pulo em Paris - Paris inaugura em setembro primeiro cemitério ecológico

    19/07/2019 Duração: 10min

    A prefeitura de Paris decidiu criar uma área dedicada a enterros ecológicos no cemitério de Ivry, vizinho ao 13° distrito da capital. A iniciativa responde a uma demanda de cidadãos por rituais funerários respeitosos do meio ambiente. O sepultamento tradicional e a cremação são considerados poluentes. O enterro ecológico representa uma mudança cultural em hábitos enraizados há séculos na França. Com seus cemitérios ricos em túmulos assinados por arquitetos e artistas, verdadeiros museus a céu aberto, abrir mão da construção é um avanço. As regras aprovadas pelo Conselho de Paris, equivalente a uma Câmara de Vereadores no Brasil, são estritas. Desaparecem os mausoléus e o revestimento de cimento nos jazigos subterrâneos, encontrados nos cemitérios de tipo parque. Esse tipo de edificação requer materiais e um gasto de energia que causam um impacto durável no solo. No cemitério ecológico de Paris, o uso de produtos químicos será proibido. Há dois anos, a prefeitura já havia abolido o uso de herbicidas nos cem

  • Um pulo em Paris - Secador de cabelo de ouro e jantares de rei: ministro francês nega abusos e permanece no cargo

    Um pulo em Paris - Secador de cabelo de ouro e jantares de rei: ministro francês nega abusos e permanece no cargo

    12/07/2019 Duração: 08min

    O ministro francês da Transição Ecológica, François de Rugy, respondeu na manhã dessa sexta-feira (12) às denúncias de gastos indevidos de dinheiro público, reveladas pela imprensa. O representante do governo negou todas as acusações e disse que não pretende deixar o cargo. O episódio traz novamente à tona a questão do desvio de verba no país, tema que já provocou a queda de vários políticos. De dezenas de jantares suntuosos, regados a vinhos que custam mais de € 500 a garrafa, até a compra de objetos inusitados, como um secador de cabelo folheado a ouro, a lista de luxos e caprichos de François de Rugy e sua mulher Séverine Servat é longa. A situação só piorou com a revelação de que o ministro teria beneficiado de uma moradia social que geralmente é destinada a pessoas de baixa renda. Desde então, os pedidos de demissão de De Rugy surgem de todos os lados. Principalmente porque o ministro sempre disse, desde que foi nomeado presidente da Assembleia Nacional em 2017, que uma de suas prioridades era evita

  • Um pulo em Paris - Hipódromo cria novas atrações e conquista público diversificado em Paris

    Um pulo em Paris - Hipódromo cria novas atrações e conquista público diversificado em Paris

    05/07/2019 Duração: 09min

    Depois de passar mais de dois anos em obras, o hipódromo Paris Longchamp, na zona oeste de Paris, reabriu no ano passado com uma nova proposta: deixar de ser um gueto de ricos criadores de cavalos e fãs de corrida para se transformar num local de lazer acessível aos parisienses e turistas. A nova fórmula, concebida para atrair um público de 25 a 45 anos, deu certo e faz sucesso no verão. A sede social do hipódromo foi reconstruída pelo arquiteto Dominique Perrault, que assina a Biblioteca Nacional de Paris e a Vila Olímpica dos Jogos de 2024. O arquiteto procurou romper com os códigos que associam o hipismo a um esporte de pessoas de alto poder aquisitivo, abrindo o hipódromo a um público diversificado, descontraído, sem aquele ranço aristocrático. Por ficar em uma área meio escondida, atrás do parque, os turistas nem sempre chegavam a se interessar pelo local, mas isso mudou. O hipódromo de Longchamp, situado entre o rio Sena e o parque Bois de Boulogne – a segunda maior área verde de Paris –, foi inaugur

  • Um pulo em Paris - Festa da Música mostra a grande diversidade de músicos profissionais e amadores franceses

    Um pulo em Paris - Festa da Música mostra a grande diversidade de músicos profissionais e amadores franceses

    21/06/2019 Duração: 06min

    A data de 21 de junho é um dos melhores dias do ano para estar na França: é a Festa da Música, manifestação popular que marca o início do verão no Hemisfério Norte. A iniciativa, criada pelo ex-ministro da Cultura Jack Lang, já está em sua 38ª edição. O maior evento musical está programado em Nice (sul). Um palco montado na praça Massena recebe 40 artistas. O mais interessante da Festa da Música é andar pelas ruas e prestigiar os músicos amadores ou profissionais que invadem as calçadas, com seus instrumentos e amplificadores. Se o som é bom, logo se forma uma roda, junta gente e as pessoas começam a dançar. Existe a programação oficial, de acesso livre e gratuito, mas o mais divertido é ouvir as bandas de amigos, os grupos de batucada, cover, jazz, instrumentistas e corais que se produzem em cada esquina, nas praças, nos jardins e na frente de cafés, bares e restaurantes. A França tem uma longa tradição de música clássica, mas hoje seus artistas se destacam por uma grande variedade de estilos, que vão do

  • Um pulo em Paris - Greve brasileira ganha apoio durante protesto em Paris

    Um pulo em Paris - Greve brasileira ganha apoio durante protesto em Paris

    14/06/2019 Duração: 06min

    A greve geral dessa sexta-feira (14) ganhou destaque fora do país. Além de ter repercutido na imprensa internacional, a mobilização contou com apoio de sindicatos e associações militantes na França, que organizaram uma manifestação no centro de Paris. O protesto, realizado na Place de la République, foi convocado por diferentes coletivos e associações. Havia desde professores universitários, preocupados com os anúncios feitos pelo governo de Jair Bolsonaro sobre os cortes na educação, até defensores do ex-presidente brasileiro, Luiz Inácio Lula da Silva. Uma grande faixa com o rosto do ex-chefe de Estado estampado, acompanhado da frase “Free Lula”, foi instalada em frente ao monumento principal da praça. Militantes com megafone fizeram discursos em favor do líder petista, contra Jair Bolsonaro e contra o atual ministro da Justiça, Sérgio Moro. O protesto reuniu cerca de 100 pessoas, entre brasileiros que vivem em Paris e franceses. Vários sindicatos locais, como a CGT e a União Sindical Solidária, parti

Informações: