As Mulheres Da Revolução

Teste agora Após 7 dias, será cobrado valor integral. Cancele quando quiser.

Sinopse

“Quer dizer que se revelava a profundidade do monstruoso abismo em que se havia mantido a França. Ela já sabia muito sobre isso, mas o governo o confessava demasiado. Madame Legros não viu a destruição da Bastilha. Ela morreu pouco antes. Mas não tem ela menos a glória de havê-la destruído. Foi ela que capturou a imaginação popular com a raiva e o horror à prisão do bon plaisir que havia encerrado tantos mártires da fé ou do pensamento. A fraca mão de uma pobre mulher isolada quebrou, na realidade, a altiva fortaleza, dela arrancou as fortes pedras, os maciços grilhões de ferro e arrasou as torres.”
Jules Michelet, As Mulheres da Revolução