O Cortiço

Teste agora Após 7 dias, será cobrado valor integral. Cancele quando quiser.

Sinopse

Uma história de uma habitação coletiva no Rio de Janeiro do Segundo Império que tem como tema a ambição e a exploração do homem pelo próprio homem. De um lado, João Romão, que aspira à riqueza, e Miranda, já rico, que aspira à nobreza. Do outro lado, a 'gentalha', caracterizada como um conjunto de animais, movidos pelo instinto e pela fome. Todas as existências se entrelaçam e repercutem umas
nas outras. O Cortiço é o núcleo gerador de tudo e foi feito à imagem de seu proprietário, cresce, se desenvolve e se transforma com João Romão.

Publicado em 1890, O Cortiço, de Aluísio Azevedo, é um romance consagrado na literatura brasileira, considerado pelos estudiosos como o ápice do naturalismo no país. Nele, o leitor identifica uma narrativa que se traduz, conceitualmente, na experimentação, ou seja, um romance construído como instrumento de elaboração de teorias sobre um ambiente e as personagens que nele habitam, estabelecendo leis biológicas para o desenvolvimento das ações submetidas às determinações do meio.

A coleção CLÁSSICOS DA LITERATURA deseja tornar disponíveis obras representativas das literaturas de língua portuguesa. Leitores interessados, professores e estudantes encontrarão aqui textos cuidadosamente estabelecidos acompanhados de rico aparato crítico. Recurso essencial para a sala de aula ou para aqueles que desejam conhecer melhor nossa literatura, cada exemplar está organizado da seguinte maneira:

1. Introdução ao autor e à obra.
2. Texto estabelecido com base nas primeiras edições e em estudos recentes, com prefácios, posfácios e notas do autor.
3. Análise crítica da obra.
4. Glossário: dicionário eletrônico facilmente acessado por meio de um clique sobre as palavras do texto.