Cândido Mendes de Almeida

Teste agora Após 7 dias, será cobrado valor integral. Cancele quando quiser.

Sinopse

"“O livro que se vai ler lança também, a meu juízo, nova luz sobre o século XIX inteiro no Brasil, ao dedicar-se a um autor relativamente ostracizado. Não há ninguém dedicado à história do direito brasileiro que não precise ler Cândido Mendes de Almeida, mas ao mesmo tempo ele foi de certo modo confinado a uma espécie de autor de referência enciclopédica. Conservador, ultramontano à moda brasileira, foi em seu tempo respeitado intelectualmente, destacado membro do Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro, intelectual público e combativo parlamentar. A causa que abraçara, a defesa da religião católica, estava, contudo, com seus dias contados. [...] O trabalho de Gustavo Angelelli vem resgatar essa figura e restabelecê-la no quadro geral da história da intelectualidade brasileira. Apoiado nas histórias jurídicas de Mendes de Almeida, Gustavo transcende essa fronteira disciplinar e o revela como intelectual de seu tempo, de um certo modo um tipo, mas como bom historiador que é mostra a singularidade do seu autor. Resgata-o em meio aos conflitos de seu tempo, sem nada daquela aura de historiografia encomiástica e quase hagiográfica que ainda se faz no Brasil, hélas, como se histó...