O sentido do peregrinar humano

Teste agora Após 7 dias, será cobrado valor integral. Cancele quando quiser.

Sinopse

Eis aqui, nas páginas desta obra, o homem desnudado. Metaforicamente nu, aos nossos olhos, para que se possa compreendê-lo e reconstruí-lo ao olhar para si, porém não para uma reconstrução simples do homem como ser individual, e sim com uma visão coletiva. O trabalho, a espiritualidade, as escolhas feitas e o legado que se deseja deixar ao outro aqui estão postos à mesa. Sim, o outro; ele é o sentido de tudo quando percebemos que não há outro sentido senão o da coletividade. E os momentos de medo e declínio não podem ser vistos como infortúnio e princípio de um fim, mas de recomeço, pois todos que alimentam o desejo de crescer precisam não se cansar de recomeçar.