Eu, caçadora de mim

Teste agora Após 7 dias, será cobrado valor integral. Cancele quando quiser.

Sinopse

Nesta obra, apresento a autoetnografia como estratégia metodológica e como performance escrita nas pesquisas em formação de professores. A partir da perspectiva afetiva, narro experiências vividas com o Espanhol, desde quando fui apresentada a essa língua pelos programas de televisão brasileiros, passando pelos papéis de estudante e professora e chegando até minha formação continuada no Doutorado. Nessas narrativas, de cunho subjetivo e, concomitantemente, reflexivo-teórico, analiso como as sensibilidades influenciam minha formação como professora intercultural de Espanhol: o que me moveu a aprender a língua e a querer continuar dedicando-me a ela foi a paixão experimentada ao ouvi-la. Entre a música e as vivências de aprender e ensinar Espanhol é que se desenrola o livro, embasado teoricamente por estudos da Sociologia dos Corpos/Emoções, Linguística Aplicada e perspectiva intercultural. Ao longo da criação dos textos, descobri que os processos de aprender e ensinar Espanhol vividos por mim estão marcados afetiva, política, social e culturalmente. O livro pretende, portanto, mostrar ao leitor e à leitora uma nova perspectiva para apreender os processos de aprender e ensinar na ...