América Latina na era do fascismo

Teste agora Após 7 dias, será cobrado valor integral. Cancele quando quiser.

Sinopse

Este livro revisita o estudo das alternativas autoritárias à democracia liberal na América Latina na década de 1930, a partir da perspetiva da difusão do corporativismo no mundo das ditaduras de entreguerras e entre as elites autoritárias. Adotando um modelo transnacional e comparativo, procura responder às seguintes questões: o que impulsionou a propagação do corporativismo na América Latina? Quais processos de difusão transnacional foram postos em marcha? Como o corporativismo social e político se tornou um conjunto de instituições criadas pelas ditaduras dos anos 1930? Em que tipo de conjunturas críticas foram elas adotadas? É relevante observar que as inter-relações transnacionais entre ditaduras e ideologias corporativas geraram um amplo campo de circulação das ideias e práticas, que configuraram a experiência das ditaduras de entreguerras a uma escala maior do que anteriormente se presumia.