Nove Clássicos Do Desenvolvimento Econômico

Teste agora Após 7 dias, será cobrado valor integral. Cancele quando quiser.

Sinopse

Uma série de pensadores alcunhados como pioneiros do desenvolvimento, contribuíram para a formatação do arcabouço teórico do desenvolvimentismo clássico. Nesse livro, são discutidas as contribuições de nove desses pioneiros, respectivamente: Paul Narcyz Rosenstein-Rodan, Hans Wolfgang Singer, Ragnar Nurkse, William Arthur Lewis, Albert Otto Hirschman, Gunnar Myrdal, Michal Kalecki, Raúl Prebisch e Celso Furtado. São clássicos que, apesar de suas idiossincrasias e até possíveis incompatibilidades, apresentaram perspectivas do processo de desenvolvimento alternativas à neoclássica que contemplam elementos de complexidade – como análise sistêmica, heterogeneidade de agentes, efeitos cumulativos, círculos viciosos, dependência de trajetória, aprisionamento em resultados indesejáveis, dentre outros – tanto para a elaboração do diagnóstico da condição de subdesenvolvimento quanto para a indicação de estratégia para sua superação.