A Paixão Segundo G.H.

A escultora G.H. nos conta sua experiência vivenciada a partir do instante em que entra no quarto da ex-empregada, vê o surgimento de uma barata no guarda-roupa e a esmaga na...

Poesia Falada - Carlos Drummond de Andrade por Paulo Autran

"Paulo Autran e Carlos Drummond de Andrade são antigos aliados na propagação da poesia do Brasil. Desde os anos 50, o nosso maior ator tem seu nome ligado a diversos discos de...

Poesia Falada - Fernando Pessoa por Paulo Autran

"A voz de Paulo Autran, como a de Orfeu, está a serviço da sedução e da poesia. Ouvi-lo é mais que ouvir meio século de teatro no Brasil, é ouvir a voz intemporal que une a...

Poemas de Gullar por Gullar

"A audição do audiolivro Poemas de Gullar por Gullar proporciona uma extraordinária experiência estética. Em primeiro lugar, isso se deve, é claro, à qualidade dos...

Doze Lendas Brasileiras

Como nasceram as estrelas, Alvoroço de festa no céu, O pássaro da sorte, As aventuras de Malazarte, A perigosa Yara, Uma festança na floresta, Curupira, o danadinho, O...

A mulher que matou os peixes por Zezé Polessa

A mulher que matou os peixes infelizmente sou eu”, é assim que começa esta história, explicando para o leitor que na verdade o crime foi sem querer. Tenta convencer o leitor...

Poesia Falada - Vinícius de Moraes por Odete Lara

"Há um lindo e antigo elo poético-musical-fonográfico entre Odete Lara e Vinícius de Moraes. Foi de vozes e mãos dadas com Odete que o tímido Vinícius entrou pela primeira...

Contos de Érico Veríssimo por Paulo Autran

Erico Verissimo dizia-se um simples "contador de histórias". Não nos deixemos enganar por essa declaração humilde. Contador de histórias, só que em versos, foi Homero na...

Poesia Falada - Manoel de Barros por Manoel de Barros e Pedro Paulo Rangel

"O produtor Paulinho Lima não poderia ter escolhido melhor voz e sensibilidade que a de Pedro Paulo Rangel para "corromper o silêncio das palavras" de Manoel de Barros, o poeta...

A Descoberta do Mundo por Aracy Balabanian

Clarice Lispector escreveu certa vez que se sentia um pouco como se estivesse vendendo a alma quando escrevia crônicas, pois trabalhar na imprensa assinando o seu nome deixava-a...

página 1 de 6