Cabeças De Segunda Feira

O absurdo da vida moderna em uma cidade grande encontra em Ignácio de Loyola Brandão um crítico cruel e impiedoso, com um humor agridoce que pode ser, no fundo, simpatia,...

Veia Bailarina

O título, tão sugestivo e poético, esconde uma ameaça terrível. Certa manhã, ao acordar, Ignácio de Loyola Brandão encaminha-se para a cozinha, quando o 'corredor...

O Beijo Não Vem Da Boca

Depois de quarenta anos de atividade literária, com uma obra que se caracteriza pelo pessimismo e o sarcasmo, Ignácio de Loyola Brandão publicou um inesperado romance de amor...

O Mel De Ocara

Um texto bem humorado, muitas vezes irônico, divertido, perplexo, sério e dramático, que prende o leitor da primeira à última página, com histórias vividas e vivenciadas...

O Primeiro Emprego

O desemprego, que afeta milhões de pessoas no Brasil e no mundo, atingindo com especial perversidade os jovens em busca de uma primeira oportunidade profissional, foi tema de uma...

Não Verás País Nenhum

Durante muitas décadas a poesia 'A Pátria', de Olavo Bilac, foi lida, decorada e recitada pelas crianças brasileiras. Os versos iniciais diziam: 'Ama, com fé e orgulho, a...

O Homem Que Odiava A Segunda Feira

Na porta da livraria, um homem distribui folhetos amarelos convidando para uma reunião. Objetivo: extinguir do calendário as segundas-feiras, esse dia nefasto no qual todos os...

Ignácio De Loyola Brandão

Romancista de sucesso internacional, Ignácio de Loyola Brandão é também um cultor exímio do conto. Essas histórias curtas – escritas em linguagem coloquial, sem...

Se For Pra Chorar Que Seja De Alegria

Em Se for pra chorar que seja de alegria, o autor reúne 41 crônicas escritas durante a sua carreira no Caderno 2, do jornal O Estado de São Paulo, e na Tribuna de Araraquara. E...

Melhores Crônicas Ignácio De Loyola Brandão

O cronista Ignácio de Loyola Brandão mantém um caso de amor e ressentimento com a cidade de São Paulo. Como em toda relação desse tipo, a ternura convive com a irritação,...

página 1 de 2