Esta é a obra definitiva sobre o cinema brasileiro. Baseado em dois anos de entrevistas com os mais importantes nomes do cinema nacional, em pesquisas e em dados da indústria,...
ler mais
Este livro aborda os conceitos e fundamentos que ordenam a produção histórica do cinema documental e oferece ferramentas técnicas para a produção de documentários – da...
ler mais
Este livro divide com o leitor um amplo conhecimento sedimentado numa vivência prolongada do ato de escrever roteiros para o cinema e a televisão, no Brasil e na Europa. Esta...
ler mais
Entediado com os filmes em que o mocinho fica com a mocinha? Em que o bandido é mau e o mocinho é bom? Eles estão longe da sua realidade? Seus dias de filmes chatos acabaram!...
ler mais
'A almanjarra', de Artur Azevedo, data de 1888. Trata-se de uma comédia literária em dois atos, destituída de monólogos e apartes, ambientada no século XIX, no mesmo ano de...
ler mais
'A capital federal', de Artur Azevedo, data de 1897. Trata-se de uma comédia opereta que apresenta uma visão panorâmica da sociedade carioca da belle époque, com as cortesãs,...
ler mais
'A casadinha de fresco', de Artur Azevedo, é uma ópera cômica em três atos, representada pela primeira vez no Rio de Janeiro, no Teatro Fênix Dramática, em 1876, e em São...
ler mais
'A filha de Maria Angu' é uma opereta em três atos. Foi escrita por Artur Azevedo como paródia de uma ópera francesa chamada 'La fille de Mme. Ango'. O autor a escreveu sem...
ler mais
'A joia', de Artur Azevedo, data de 1879. Trata-se de um drama em dois atos, em que Valentina, uma prostituta, vive de golpes aplicados nos seus clientes. Cada um deles acredita...
ler mais
'À porta da botica', segunda peça de Artur Azevedo, foi escrita em 1871, quando o autor tinha apenas 16 anos. Composta por cena única, fazem parte da peça as seguintes...
ler mais
página 1 de 14